Agência de Pautas Guia Local INC Comunicação

Provedores da Internet Montes Claros, Minas Gerais

Encontre Provedores da Internet em Montes Claros. Aproveite para saber mais sobre o assunto lendo nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre o mesmo.

Casa do Cartucho Multijet Ltda
(31) 3391-1103
av João César de Oliveira, 4035, Novo Eldorado
Contagem, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Computadores e Acessorios Informatica Ltda
(31) 3396-3422
av João César de Oliveira, 452, Lj 9, Eldorado
Contagem, Minas Gerais

Dados Divulgados por
UTI do computador
(35) 3821-6654
Rua Costa Pereira 26 - Loja 05
Lavras, Minas Gerais
 
Attest Informática Ltda
(31) 3337-8844
r Herculano Freitas, 58, an 3, sl 304, Gutierrez
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Acm Assessoria e Informática Ltda
(31) 3201-2091
r Caetés, 530, sl 720, Centro
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Proengtelecom Importação e Exportação Ltda
(34) 3214-1039
r Felisberto Carrijo, 58, Centro
Uberlandia, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Abc Computer Informática Ltda
(31) 3412-6529
r Cisplatina, 256, Adelaide
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Quest Informática
(31) 3241-6111
r Grão Pará, 906 Lj 08, Funcionários
Belo Horizonte, Minas Gerais

Dados Divulgados por
Casa das Impressoras Ltda
(31) 3352-2424
av João César de Oliveira, 2611, Eldorado
Contagem, Minas Gerais

Dados Divulgados por
A.A.P COMPUTER ASSISTÊNCIA TÉQUINICA PCS & ASSECORIOS
035 382605806
AV.COMANDANTE SOARES JUNIOR 65 A
LAVRAS, Minas Gerais
 
Dados Divulgados por

Provedores da Internet

Fornecido por: 

Um dúvida é recorrente no mundo da banda larga: além de pagar pela conexão, é preciso assinar um provedor? A resposta, segundo a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), é que sim.

No entanto, disputas jurídicas e tecnologias diferentes mudam essa realidade.

A tecnologia ADSL, que utiliza os cabos de linha telefônica, necessita de um provedor de conteúdo, de acordo com a lei. Ou seja, além de garantir a conexão, é preciso contratar um provedor, como Terra, UOL ou Globo.com para ter uma porta de entrada.

Outras tecnologias, como as que utilizam cabos das TVs por assinatura ou conexão via rede celular 3G, dispensam a contratação por parte do usuário, mas isso não significa que não exista um provedor.

A diferença é que não é necessário ter contratos com duas prestadoras de serviço.

"A Anatel já deu seu parecer: a operadora fornece conectividade e o provedor, acesso. Essa regulamentação diz que o mercado não pode ter ofertas ADSL com acesso direto", diz Eduardo Fumes Parajo, presidente da Abranet (Associação Brasileira de Provedores Internet).

"Essa é a melhor maneira de evitarmos uma maior verticalização do setor, que seria muito perigosa", diz Parajo.

Horácio Belfort, presidente da Abusar (Associação Brasileira de Usuários de Acesso Rápido), considera a contratação de um provedor de conteúdo uma exigência descabida.

"Nós temos inúmeros relatos de usuários que decidiram cessar o pagamento mensal do provedor e ainda assim continuam se conectando sem nenhum entrave", afirma Belfort. "Isso prova que tecnicamente não é preciso pagar por esse serviço", afirma.

Os provedores, por seu lado, dizem que, além de conteúdo, oferecem segurança, suporte técnico e uma melhor experiência de conexão.

PROVEDORES

Quatro provedores de conteúdo se destacam no Brasil.

O UOL tem uma carteira de 1,83 milhão de assinantes -1,2 milhão das contas são de banda larga. O Terra possui 2,4 milhões de assinantes, sem discriminar quantos são de banda larga. O iG diz ter 1,3 milhão de assinantes banda larga. A Globo.com não revela o número.

Porém a realidade pelo Brasil afora é bem diferente daquilo que se vê nos grandes centros urbanos.

O mercado de provedores é diluído entre milhares de pequenas empresas. "Essas micro e pequenas empresas oferecem de e-mail, blogs e construção de sites a conteúdos e serviços especializados. Os responsáveis pelo crescimento da internet brasileira são esses provedores espalhados pelo Brasil inteiro", afirma Parajo, da Abranet.

Um estudo do Grupo Teleco, que mostra o cenário do primeiro trimestre de 2008, diz que os pequenos provedores levam acesso a 74,2% dos municípios brasileiros.

Mas existem muitas desigualdades nessa divisão. Roraima tem apenas 20% de seus municípios atendidos por algum provedor o Piauí, 28%.

Esses provedores pequenos têm, em média, pouco mais de mil assinantes, diz o estudo.

Folha de São Paulo

NOTA DO EDITOR:
Na pagina inicial desta revista existe um link para provedores gratuitos, os quais usamos, que autenticam a conexão Speedy.

Clique aqui para ler outros artigos da Revista Incorporativa

Artigos refletem única e exclusivamente a opinião de seus autores.
Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto,
de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação ou à Revista INCorporativa
responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado.
Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.

INCorporativa, Revista INCorporativa, Revista Corporativa são Marcas Registradas - 2007-2011.
Reprodução de conteúdo permitida com link para a fonte.